Evento – Recolha de alimentos e donativos, TELHEIRAS

13/08/2011

Dias: Sábado 13 de Agosto, Domingo 14 de Agosto
Entre as 09h30 e as 22h

Local: Pingo Doce de Telheiras

Anúncio: Vamos realizar uma campanha de angariação de fundos e recolha de alimentos para os inúmeros cães e gatos que alimentamos nas ruas e que são, na sua grande maioria, protegidos por pessoas que não possuem recursos económicos para adquirir ração e que por isso os alimentam apenas com restos de comida.
Uma vez que, devido aos rigores e dificuldades da vida… na rua, estes animais precisam especialmente de uma boa nutrição para se manterem saudáveis, pedimos que nos seja oferecida ração pelo menos de qualidade média, mesmo que em menor quantidade.
Se tiver camas, trelas, medicamentos ou outras coisas que os seus animais já não usam ou precisam, poderá entregar durante a campanha.

Participe e divulgue, ajude-nos a tornar este Verão um pouco menos penoso para os muitos animais que protegemos nas ruas!
Caso não possa estar presente na campanha mas estiver interessado em doar alimentos, desparasitantes, mantas, ou qualquer outro artigo, por favor contacte: donativos@animaisderua.org​. Temos pontos de recolha de ração na zona da grande Lisboa, grande Porto e Lagos.

Muito obrigada a todos!
A equipa da Animais de Rua
www.animaisderua.org


Evento – Caminhada em FARO

13/08/2011

Caminhada “2 pernas por 4 patas” a começar às 10h de Domingo, 14 de Agosto.

Valor da inscrição: 2€.
O valor angariado será doado às seguintes associações:
– Pravi
– ADAPO
– MAF
– Animais de Rua
– GUADI
– Canil São Francisco Assis
– AEZA
– Refúgio dos Burros

Leve o seu amigo de 4 patas, ou não…o importante é participar.

INSCRIÇÕES EM: http://www.2pernaspor4patas.blogspot.com/

 

 


Cães bebés para adopção

12/08/2011

Observações: São 9 bebés para adopção, todos brancos e com cerca de 1 mês.
7 fêmeas e 2 machos, já comem sozinhos e acreditamos que fiquem de porte médio.
Estão na rua e correm perigo de vida, as pessoas que alimentam os pais não os querem lá.

Contacto para adopção:
Tânia Marques – tania.marques@sosanimal.co​m , 934187997

NOTA: Este blog serve apenas de divulgação.
Informações adicionais devem ser tratadas com o respectivo contacto.


Adopção gato – Caramelo

12/08/2011

Observações: Gato jovem e meigo.
Já está castrado.

Contacto para adopção: tania.marques@sosanimal.com

NOTA: Este blog serve apenas de divulgação.
Informações adicionais devem ser tratadas com o respectivo contacto.




Adopção Jack Russel – Pirata

12/08/2011

O Pirata é um Jack Russel jovem resgatado de um estaleiro.

Foi resgatado e tratado – tem Leishmaniose.

Observações: É muito meigo, obediente e adora brincar. Vai apenas precisar de tomar medicação e pode fazer a sua vida normal. Tamanho pequeno. Jovem, entre 1 a 2 anos.

Contacto para adopção: tania.marques@sosanimal.com

NOTA: Este blog serve apenas de divulgação.
Informações adicionais devem ser tratadas com o respectivo contacto.


VACINA LEISHMANIOSE – Informação SOSANIMAL

11/08/2011

Vacina Leishmaniose

A Leishmaniose é provavelmente a doença infecciosa que mais afecta actualmente a saúde da população canina em geral. Sendo Portugal uma zona endémica de Leishmaniose, é uma doença cada vez mais diagnosticada e há muito que se anseia por um modo de prevenção efectivo que ajude a combater este flagelo.

Já está disponível a primeira vacina na Europa contra a leishmaniose canina. Com o nome CaniLeish®, a Virbac lançou no último dia 24 de Maio a tão aguardada vacina. A Canileish® é uma vacina cuja eficácia foi demonstrada em vários estudos que incluíram um ensaio de campo em condições extremas. Comprovou a sua eficácia, mostrando uma capacidade de reduzir em quatro vezes o risco de os pacientes desenvolverem doença em zonas altamente endémicas.

A vacina da Leishmaniose pode ser administrada a partir dos seis meses de idade e recomendam-se dois reforços adicionais para além da inoculação inicial, com 3 semanas de intervalo. Recomenda-se que seja realizado um teste de despiste rápido antes da vacinação para que se evite vacinar os animais já portadores da doença. O rappel é feito anualmente apenas com uma dose. Não deverão ser administradas outras vacinas com um intervalo inferior a 15 dias em relação à vacina em questão. Segundo os ensaios efectuados, a vacina não irá provocar qualquer tipo de reacção diferente das vacinas já existentes.

A vacina vem assim dar-nos um novo ânimo, mudando totalmente a nossa perspectiva preventiva e abrindo portas para um novo nível de protecção contra a Leishmaniose.

Questões pertinentes:

1)    Porque Portugal foi o país escolhido para o lançamento da vacina CaniLeish®? R: Segundo a Virbac, a vacina CaniLeish® utiliza uma tecnologia inovadora na produção de vacinas. Na CaniLeish® não se encontra o parasita (Leishmania infantum) que causa a Leishmaniose. A vacina é elaborada com uma proteína extraída do parasita que induz a imunidade aos animais vacinados. Essa tecnologia, obriga a Virbac® a construir uma fábrica exclusiva para a produção da CaniLeish®. Devido à limitada capacidade de produção actual, a Virbac® optou pelo lançamento em Portugal que é um dos menores países europeus. Com o aumento da capacidade de produção a vacina será comercializada na Espanha, França, Itália e demais países dentro da comunidade europeia.

2)    Todos os animais podem ser vacinados? R: Não! Somente cães negativos para Leishmania poderão ser vacinados. Antes de aplicar a vacina o cão deve ser submetido ao despiste da doença. Não há estudos e indicação para a aplicação em outras espécies animais.

3)    Qual a eficácia da vacina? R: A Virbac® apresentou 3 estudos realizados em Paris, Milão e Barcelona que foram utilizados para a obtenção da licença de comercialização na comunidade europeia. Nesses estudos o percentual de protecção da vacina foi de 92,7%. A vacina reduz em 4 vezes o risco do cão desenvolver Leishmaniose.

4)    Qual é o protocolo de vacinação recomendado? R: A idade mínima para receber a vacina é de 6 meses. No primeiro ano, os cães devem receber 3 doses com intervalo de 3 semanas. É necessário o reforço anual. A CaniLeish® não deve ser administrada conjuntamente com outras vacinas.

5)    A vacina produz algum efeito colateral no meu animal? R: Como toda vacina, a CaniLeish® só pode ser aplicada em cães saudáveis. Para isso é necessária a realização do despiste da doença e a avaliação clínica realizada por um Médico Veterinário. As reacções observadas nos estudos (hipertemia, diarreia, vómitos, dor no local de aplicação) foram ligeiras e auto-limitantes.

 

Marque a sua consulta para evitar esperas;

Contactos e Horário: De Segunda a Sexta: das 15:00 as 20:00 Sábados: das 10:00 as 15:00

Telefone: 218044981 – E-mail: clinica@sosanimal.com

www.sosanimal.com


Entrevista SOSANIMAL

11/08/2011

Veja a entrevista SOSANIMAL:

http://www.youtube.com/watch?v​=Kq_BVklKdjg


%d bloggers like this: