Abandonado/Adopção cão – Abraços

09/12/2009

O Abraços é um cão adulto de porte pequeno/médio.
Encontra-se na rua.

Localização actual: Porto

Contacto: 962343498 (vodafone) , 939454292
laumaia@gmail.com


Adopção cão e cadela – Tutokas e Ísis

09/12/2009

Os donos estão a mudar para um apartamento e não têm espaço para ficar com eles. Se possível, adopção conjunta.

Tutokas, Labrador amarelo não puro, com 1 ano. Vacinado e desparasitado.

Ísis, Perdigueira preta, não pura, com 3 anos. Vacinada, desparasitada e esterilizada.

Contacto para adopção: 916222003 ,  918154846



Contribuição – APCA

09/12/2009

Anúncio: Como sabem, este ano tem sido muito complicado de gerir em todos os sentidos. Estamos a passar por muitas dificuldades e uma delas é conseguir pagar a dívida gigante que temos no veterinário. Continuam a chegar-nos casos complicados, a necessitar de muitos cuidados médicos. Situações essas às quais é impossível virar as costas. Deixamos aqui o relato de alguns desses casos para que os conheçam e, se possível, nos ajudem com o vosso donativo, que é fundamental para o bom funcionamento desta instituição:

1. Piu, encontrado na Abóboda – Parede, débil e muito doente, com feridas abertas e sem pêlo. Foram-lhe diagnosticadas Leishmaniose, Febre da Carraça e Sarna. Descobrimos que o Piu é um cão super bem disposto, apesar de todas as suas maleitas. Adora o contacto humano e é super brincalhão. Tem cerca de 8 kg e cerca de 3 anos. Já iniciou o tratamento para a Leishmaniose, para a Febre da Carraça e para a Sarna e, assim que tiver alta, precisará muito de uns donos que o amem como ele merece e que o façam esquecer tudo o que passou nas ruas.

2. Neco, vive há muitos anos na estação do Cacém. Perdeu a cauda na linha de comboio, tendo sido amputada quase pela metade. Começou a criar infenção durante cerca de uma semana e acabou por ir para a clinica: foi necessário amputar mais a cauda e foi castrado. Já recuperou e voltou para a estação do Cacém.

3. Gaspar, encontrado na Lagoa Azul em estado de subnutrição. Tem cerca de 9 anos, foram-lhe diagnosticados: doença crónica no intestino e problemas cardíacos. Foi operado ao intestino e fez várias biópsias que confirmaram o estado de infecção crónica. Tem de comer ração especial para o intestino e fazer imensa medicação diária. Necessitava de ficar num ambiente protegido com uma família que o tratasse, apesar das suas maleitas, e lhe desse o fim de vida que merece.

4. Violeta, encontrada numa feira. Na consulta inicial viram que tinha o maxilar inferior partido ao meio. Seguiu para cirurgia e ao ser esterilizada descobriu-se cancro no estômago e baço. Começou a fazer quimioterapia, reagiu bem e os tumores regrediram. Sempre bem disposta e meiga, procura agora uns donos especiais que saibam que ela necessita de cuidados redobrados e que a sua esperança de vida é um pouco menor do que o normal.

Para ajudar: Conta 2070 5396 0009
NIB 0007 0207 00053960009 97
IBAN PT50 0007 0207 0005 3960 0099 7
SWIFT/BIC BESCPTPL

Ao fazer o seu donativo, por favor envie um email para info@apca.org.pt com o comprovativo do mesmo, para nos ser mais fácil identificar no extracto a sua contribuição. Se desejar recibo, por favor informe: nome completo, morada completa, número contribuinte.


Contribuição/Adopção/FAT – Pretinha

09/12/2009

Novas fotos aqui.
Actualização de
Adopção cadela – Pretinha

A Pretinha já tinha sido adoptada, mas foi devolvida porque, segundo a adoptante, a cadela faz as necessidades dentro de casa e não tem disposição para tentar ensiná-la. Voltou para hotel e neste momento é a Mara Verne que suporta a despesa. Procura-se FAT ou dono.

Para ajudar: A despesa diária no hotel é: 4€ + ração. NIB: 003507320004620820050

Observações: A Pretinha está esterilizada e é extremamente meiga.


Contribuição/Adopção – família de porte mini

09/12/2009

Actualização de FAT – família de porte mini

Anúncio: Conseguimos uma madrinha parcial de hotel, e continuamos a tentar angariar fundos para estabelecer esta mini-familia em hotel.

Todos os pequenino precisam agora de famílias de adopção.
Os donativos podem ser feitos para
Banco: Banco Best – Porto
N.º Conta: 9212 0124 0009
NIB: 0065 0921 00201240009 31
IBAN: PT50 0065 0921 0020 1240 0093 1
SWIFT/BIC: BESZPTPL
Colocando na descrição Mini-familia da Régua.

Contacto: maria.queiroz@animaisderua.org , 912358033


%d bloggers gostam disto: